Todo apoio a greve dos/as trabalhadores/as da CAESB!

Decidido em assembleia histórica na última quinta-feira (15/05) as trabalhadoras e trabalhadores da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) entraram em greve à 0h desta segunda-feira (19/5), por tempo indeterminado. De acordo com a empresa, no início do dia, os grevistas bloquearam com um caminhão a entrada de quem chegava para trabalhar na sede da Caesb. A greve da categoria reivindica direitos não apenas para os trabalhadores da empresa mas para todo o povo trabalhador do Distrito Federal, por isso os piquetes e manifestações rua devem ser reforçados e apoiados por todos/as.
Nós do Fórum de Oposição pela Base (FOB), organização que reúne movimento popular, sindical e estudantil, estamos desde já dando nosso total apoio aos camaradas! A água é um elemento básico e indispensável para a vida e saúde do nosso povo, exatamente por isso é visto com ganância por parte de governantes e empreiteiras mafiosas que querem lucrar em cima de nossas necessidade e sofrimentos. É por isso que a greve dos trabalhadores da CAESB é a luta de todo o povo do DF. É antes de tudo por saúde pública e direitos. Os nossos inimigos são os mesmos: políticos e empresários corruptos. Ao contrário do que tentarão desqualificar pela mídia manipuladora, as greves durante a copa não são “aproveitadoras”, pelo contrário, são mais legítima ainda. Nesse contexto onde os governos Dilma e Agnelo viram suas atenções para a Copa e viram suas costas para o povo, devemos nos unir em um grande movimento e nos fazer ouvir, devemos parar o Brasil com a greve geral de protesto por direitos!
Por salário, saúde, educação e transporte públicos e de qualidade!
Vamos parar o Brasil com a greve geral!
Não tem direito, não vai ter copa!
FÓRUM DE OPOSIÇÃO PELA BASE – FOB
unnamed
– Reivindicações do movimento grevista:
1) Tarifa social para a população mais carente do DF. (Água não é Mercadoria, é Direito);
2) Comissão de Fluxo de Caixa, para o fim da má gestão;
3) Comissão de Investimento, para o fim do sucateamento;
4) Fim da terceirização. O Sindicato reivindica que a Caesb acabe com a terceirização ilegal e passe a cumprir o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC 107/2004) celebrado com o Ministério do Trabalho (MPT), que proíbe a terceirização nas principais atividades da empresa (atividades-fim);
5) Por uma Caesb Pública. Convocação dos mais de 1.500 aprovados no concurso público de 2012, a fim de atender a demanda e garantir serviços de qualidade a população;
6) Fim do apadrinhamento político, com a extinção dos mais de 100 cargos comissionados (cabides de emprego) e o arquivamento definitivo do projeto de lei do “Trem Fantasma da Alegria” dos comissionados (PL 1.639/2013), que aguarda votação na CLDF;
7) Valorização dos aposentados, com a continuidade dos benefícios do vale-alimentação e plano de saúde para aqueles que construíram e dedicaram sua vida à Caesb;
8) Horário corrido independentemente da função,
9) Enquadramento por tempo de casa. Equiparação dos pisos e tetos;
10) Ganho real já!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s