[CCL-DF] SARAU DA RESISTÊNCIA NEGRA, PLANALTINA RESISTE!

Por Pró-CCL – Planaltina/DF

Pintura de protesto nas imediações do Skate Park de Planaltina

Pintura de protesto nas imediações do Skate Park de Planaltina

No último dia 21 de novembro foi realizado em Planaltina – DF, o Sarau da Resistência Negra. O Evento teve todas as características de auto-organização da periferia, contamos com uma batalha de Minas e MCs, GAME de SKATE, e apresentações de bandas, grupos locais e de outras regiões do DF, além de venda de comida para autofinanciamento e propaganda de boletins/panfletos/jornais do movimento independente. (confira abaixo fotos)

A importância da realização de eventos culturais com um caráter reivindicativo se torna cada vez mais importante em todas as quebradas.  Junto com a manifestação cultural deve vir a reivindicação por melhorias em nossos bairros, melhorias nas condições de vida, transporte, saúde, saneamento básico, acesso a cidade e a cultura, mais valorização da cultura periférica e  etc.

Planaltina–DF enfrenta diversos problemas cotidianos. Temos o eterno problema no HRP (Hospital Regional de Planaltina) com as péssimas condições de atendimento, falta de medicamentos, falta de leitos e de médicos tendo como consequência, as horas e horas de espera por um atendimento  que é um direito mínimo ao morador da comunidade.

Outro problema é com a falta de espaços para práticas de lazer e manifestações culturais. O exemplo é a reforma do Modulo Esportivo de Planaltina, que já se arrasta por mais de 4 anos e segue parada no momento, assim a juventude, moradores não usufruem dos espações existentes.

Bandeiras do Comité de Cultura e Luta (CCL) e da Rede Estudantil Classista e Combativa (RECC)

Bandeiras do Comité de Cultura e Luta (CCL) e da Rede Estudantil Classista e Combativa (RECC)

Por isso é extremamente importante ações e iniciativas como a do dia 21 de novembro – Dia da Consciência Negra. Pois tanto mostra que a periferia pode tocar suas manifestações independentes de qualquer órgão ligado ao governo, parlamento e instituições, quanto  realizar eventos autônomos na quebrada é sinal de que a periferia está  ai, mais viva do que nunca.

Mesmo sofrendo tantos ataques somos capazes de mostrar que não estamos contentes com tudo que vem acontecendo e com a situação de nossa cidade/bairro. É preciso a médio e a longo prazo construir cada vez mais espaços autônomos em nossa quebradas, como assembleias comunitárias que possa ter um poder deliberativo sobre as reivindicações de nossos bairros.

TODO PODER A RESISTÊNCIA NEGRA E PERIFÉRICA!

VIVA A AUTO-ORGANIZAÇÃO DA PERIFERIA!

DISSEMINAR UMA CULTURA DE LUTA E RESISTÊNCIA!


Veja fotos abaixo:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s