[CCL-DF] Comunicado nº 6

por pró-Comitê de Cultura e Luta (CCL) Planaltina-DF

ccl_newComunicado nº 06 – Junho/Julho de 2016
Contato pelo facebook: @comitedeculturaeluta  |  Site: lutafob.wordpress.com  |  Face: fb/lutafob

Download do COMUNICADO.

Conheça mais sobre a atuação do pró-CCL.


3 Anos sem Módulo Esportivo em Planaltina

As obras do Módulo Esportivo de Planaltina – DF, seguem  HÁ MAIS DE 3 ANOS EM ATRASO. A promessa da reforma em 2013 na atual gestão do Sr. Nilvan Pereira, que foi indicado pelo deputado distrital do PT, Claudio Abrantes, não trouxe resultados, como atraiu mais problemas de ESPAÇOS CULTURAIS ABANDONADOS NA CIDADE.

Ao Procurar a Administração de Planaltina para questionar o atraso e abandono das obras, recebemos a velha desculpa de falta de verbas, e a crise financeira e política que enfrenta o país. A AdM, informa que as obras “seguem paradas por falta de repasse de verbas do GDF”. Ouvimos também a velha ladainha de que a atual gestão de Rolemberg adota medidas de contenção de gastos, alegando que a gestão passada causou rombos aos cofres públicos.

A Forma como  AdM trata a situação é de descaso! Acontece que este descaso já se acumula não só em Planaltina como em todas as cidades do DF e Entorno. São diversos os problemas, fora esse abandono de espaços culturais importantes para a cidade, como é o caso do módulo de planaltina que já foi palco de ações culturais e shows importante em planaltina, como Cirurgia Moral em 1999, no qual mais de 5mil pessoas lotaram as arquibancadas.

Mas se o povo ouve desculpas há mais de três anos até sobre um módulo esportivo, as grandes elites preparam em nosso quintal o maior evento esportivo do mundo! Em alguns anos os investimentos nas Olimpíadas já superam a cifra de 38 bilhões de reais.

Agora tentam vender a ideia de que o Brasil é o país do esporte. Nós sabemos que na nossa cultura ele não se desenvolveu graças a incentivos do Estado, mas vieram das favelas as estrelas do futebol. Veio da resistência negra a capoeira. Veio também o Jiu-Jitsu, que se espalhou pelo mundo.

A revolta é tanta que vemos em várias cidades do país, por parte de alguns populares, tentativas de apagar a tocha Olímpica, como forma de protesto contra esta desigualdade que vivemos atualmente.

Achamos uma hipocrisia o Governo se apropriar dos melhores atletas do povo para exaltar um sentimento nacionalista, quando vemos aqui ao nosso lado o descaso com o esporte para o povo.

* * * * *

Ambulante Também é Trabalhador!

No Comunicado 04 do CCL, trouxemos aqui um texto breve explicando sobre a situação e a luta das trabalhadoras/os ambulantes do Distrito Federal.

Pois bem, fizemos questão de trazer novamente a situação em pauta, como acreditamos que retornaremos a falar sobre diversas vezes ainda em nossos materiais.

Segundo dados da CODPLAN, o numero de trabalhadores informais (ambulantes) aumentou 35% de 2014 ate o segundo semestre de 2015. Segundo a secretaria da fazenda do GDF, o motivo do aumento esta nos autos índices de desemprego e novos desempregados, nos últimos 14 meses.

Porem se o governo afirma o aumento de trabalhadores ambulantes, ele não afirma a perseguição e o mal que estar causando a milhares destes trabalhadores todos os dias nas ruas do DF.

Agora com base nos dados da secretaria de ordem pública, em 2015 contabilizaram – se mais de 2 mil apreensões de mercadorias “contrabandeadas”  no DF. Quando um ambulante tem sua mercadoria presa, torna-se caríssimo para recuperá-la, e lá se vai o sustento de cada dia daquela pessoa e muitas vezes da família do trabalhador. No primeiro semestre de 2016 já temos 1,5 mil apreensões, significa que o governo de Rolemberg vai botar ainda mais quente pra cima dos trabalhadores, subempregados e marginalizados.

Aqui mesmo em Planaltina os trabalhadores do comércio informal foram retirados da área de comércio próximo a rodoviária no mês passado (junho). As Olimpíadas são exatamente a justificativa que o governo precisava para fazer uma “higienização” na cidade e dar carta branca para a AGEFIS retirar todos os trabalhadores do local.

Mas qual a saída para tanta perseguição e injustiça social a esses trabalhadores? Acreditamos que o segredo está na capacidade de auto-organização. Com a auto-organização vem a consciência de classe, o que vai nos tornar cada dia mais cientes do lugar que ocupamos e aonde queremos chegar.

É necessário para já a consolidação de uma organização dos trabalhadores ambulantes, onde eles mesmos, sem ligações com partidos e governantes mentirosos, possam reivindicar através da ação direta, a independência por melhores condições de vida e de trabalho. Convidamos todos os trabalhadores ambulantes de Planaltina, DF e Entorno a estarem entrando em contato com o CCL, para juntos fomentarmos ainda mais a discussão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s