[ORC-DF] O governo se faz de louco? A greve continua!

por Oposição de Resistência Classista – ORC, filiada ao FOB

O Governo se faz de louco? A greve continua!

Brasília, 27 de Março de 2017

* Panfleto da ORC distribuido nas Assembleias Regionais, Comando Geral de Greve e Assembleia Geral [download]

O governo está de brincadeira com a nossa cara. No nível federal, ainda não cancelou a reforma da Previdência, fingiu recuar passando a bola para os Estados. E presenteou a grande burguesia com a lei de terceirização geral, que permite explorar muito mais o trabalhador.

No DF, Rollemberg ameaça cortar ponto e continua a dar calote nos professores de contrato temporário. E bota seus esbirros para reprimir o protesto no desfile de Ceilândia, bater em professoras e tentar impedi-las de falar a verdade para o povo. Só para completar, ainda diz que não estava ciente da nossa greve. O governo segue ajudando a elite a explorar ainda mais o povo como se nada estivesse acontecendo.

Isto quer dizer que nossa mobilização tem que melhorar e se fortalecer. Temos que parar de repetir alguns erros da última greve. O que seria preciso fazer?

1-PREPARAR COM ANTECEDÊNCIA: tem muita gente desinformada dos seus direitos, dos motivos para a greve, do funcionamento do sindicato. A diretoria deixa para informar e mobilizar quando a greve já começou! Isso devia estar sendo feito desde o ano passado!

2- FAZER TRABALHO DE BASE PERMANENTE: muitos professores ainda carecem de formação política e sindical. É preciso ter atividades regulares de formação para todos, não só para alguns.

3- DEMOCRATIZAR O SINDICATO: a diretoria quer ser dona do comando de greve e das assembleias. Só ela compõe a mesa, só ela decide o que vai ser votado ou não, tratorando os membros da base. Uma das dirigentes é sempre, invariavelmente a última a falar, em todas as reuniões e assembleias, replicando e censurando todas as falas que discordam dela.

4- DESCENTRALIZAR E AMPLIAR AS LUTAS: as assembleias regionais tem que ter autonomia para criar as formas de luta mais apropriadas para seu caso. Deixar estas decisões para o comando local equivale muitas vezes a deixá-las para a diretoria. É preciso também convocar A BASE das outras categorias e também estudantes, mães e pais para a luta, a despeito de sindicatos e entidades pelegas.

5- APOSTAR NO PODER DO POVO E NÃO DOS PARLAMENTARES: quando o governo quer votar um novo ataque ao povo, temos que tornar a sessão parlamentar impossível, impedir a votação. No ato nacional contra a PEC 55 no ano passado (13/12/2016), tínhamos uma verdadeira multidão na Esplanada. Mas a multidão foi orientada pelas direções pelegas a ir embora quando o confronto começou. Imagina se tivesse ficado?

As críticas justas à diretoria do sindicato e seu peleguismo não podem ser uma desculpa para ficar desmobilizado. Temos motivos de sobra para agir. Professor(a), orientador(a), se organize e lute! Venha construir a O.R.C., construa outro coletivo já existente, crie uma nova proposta, mas se organize. É interesse seu, da sua família e da classe trabalhadora. E a pelegada já mostrou que não está aí para atendê-los. Precisamos nos unir também, para além de grupos e partidos, em comitês de mobilização que impulsionem a luta mais além dos limites estreitos em que se encontra.

Propomos à mesa:

1- A greve continua.

2- Acréscimo de pauta: contra a repressãopolicial, contra o corte de ponto e o calote

3- Assembleias Regionais deliberativas para as questões regionais;

4: Convocar e financiar caravanas para atos nacionais, como dia 31 (a confirmar)


O Que é um Comitê de Mobilização?

É um conjunto de pessoas que se propõe a realizar ações reivindicativas, agitativas e de propaganda. Essas pessoas podem (e devem, quando possível!) ser de diversos grupos e partidos, e também independentes. Podem ser de diversas categorias. Temos o exemplo do Comitê de Mobilização do Gama, que integra professores e alunos de diversas filiações políticas. Ou seja, o Comitê não é da O.R.C.: membros da O.R.C. compõem o Comitê junto com outras lutadoras e lutadores. A intenção do Comitê é ampliar e diversificar a luta. Acreditamos que nenhum sindicalista sincero pode se opor a isto.

Criar Comitês de Mobilização em todas as regionais! Avante!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s