[RECC-DF] O Germinal, n° 44 – 28 de Março e Construção da Greve Geral

por Oposição CCI – Combativa, Classista e Independente ao DCE-UnB (filiada à RECC/FOB)

Ano X, Edição Nº 44 – 28 de Março de 2017 (Download pdf.)

28 DE MARÇO:

Dia de luta dos estudantes!

A semana Nacional Classista e Combativa surge em 2010, como uma forma de resgatar a data de 28 de Março, como o Dia de luta dos Estudantes, ocorrendo assim, sempre na semana desta data. Desde então, todos os anos promovemos uma série de atividades que enfoquem tanto a história de luta do ME como as pautas presentes. .

O dia ficou marcado pela data de 28/03/1968, quando o estudante secundarista Edson Luis, foi assassinado pela forças de policiais da Ditadura militar no restaurante estudantil “calabouço” no Rio de Janeiro. Esse episódio ficou marcado, por ser Edson Luis o primeiro assassinado pela ditadura.

Nesse mesmo dia, nascia em em 1947, Honestino Guimarães, que em 1973 entrou para lista de desaparecidos da Ditadura. Aos dois, rendemos a homenagem, e resgatamos a atuação combativa de ambos como exemplo para o Movimento Estudantil (M.E.).

Desde então uma boa parte do movimento estudantil passou a relembrar desta data como uma dia em memória do jovem lutador e de luta dos estudantes. Diferente da UNE que prefere enaltecer uma outra data, dada pelo estado como o dia dos estudantes, nós da RECC fazemos questão de reivindicar a memória e a luta de nossos camaradas!

Este é um ano histórico, por isso além de Edson Luis, relembramos os 100 anos da Greve Geral de 1917 no Brasil e da Revolução Russa! Também este ano, nós da Oposição CCI ao DCE-UnB completamos 10 anos de luta e enfrentamentos. Neste período estivemos na luta contra as precarizações e privatizações do ensino público, lutando para manter sua qualidade e acesso aos filhos da classe trabalhadora.

-Lutando para estudar e estudando para lutar, desde já anunciamos uma série de atividades em comemoração pelas datas citadas e reafirmamos nosso compromisso com a luta por uma universidade pública, popular e de qualidade à serviço da Classe Trabahadora!

Estudantes proletários, na luta contra a retirada de direitos e pela construção de um ME classista e combativo! Nenhum passo atrás! Viva Edson Luis! Viva Honestino Guimarães!

Avante! Boa leitura.

CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, UNIFICAR A LUTA POPULAR!

Os professores da rede pública do DF estão em greve desde dia 15/03 contra a reforma da previdência e reinvindicando aumento salarial de 18%. Os companheiros da ORC estão construindo os comitês de mobilização, na regional do Gama, que tem dado folego as atividades de base nessa greve.

Em resposta a greve Rollemberg ameaça cortar ponto dos grevistas e demitir os professores temporários que paralisarem. Aúltima piada foi depois da vergonhosa fuga do “enrollenberg” no último dia 25, quando professores em greve, fizeram um ato no desfile de aniversário de Ceilândia, o governador, diante do literalmente se enfiou num carro e “deu no pé”. Após esse episódio, a greve foi posta como ilegal.

Também contra a reforma da previdência, secundaristas ocuparam o CEMAB e o CEDLAN, reforçando mais uma vez a necessidade da unificação das lutas.

A luta contra a previdência é uma luta dos Estudantes proletários! Devemos nos mobilizar junto à nossa classe! -Barrar a reforma da previdência nas ruas!

“Bate-Pau” nas manifestações: CUT e CTB contra os trabalhadores!

No dia 15/03 estava marcada uma greve geral contra a reforma da previdência acompanhada por grandes manifestações em diversas cidades. Na madrugada do dia 15 o prédio do ministério da fazenda foi ocupado por diversas famílias vindas de acampamentos do MST, logo após na manhã, milhares de pessoas se concentraram na catedral e marcharam até a porta do ministério em protesto à reforma da previdência.

Ao invés de tensionar e impactar a rotina da cidade com os trabalhadores em marcha denunciando a situação absurda vivenciada e o possível aprofundamento desta realidade dando respaldo assim a combatividade vista na madrugada, as entidades que convocaram o ato decidiram por manter as diversas categorias estáticas, sendo espectadoras dos carros de som onde a burocracia sindical e deputados disputavam fala.

No ato ocorrido no Rio de Janeiro manifestantes combativos foram novamente agredidos por “seguranças” contratados por centrais sindicais (CUT e CTB) que querem “manter o controle” das manifestações e expulsar aqueles que fogem da sua linha de manifestação pelega.

A prática de usar “bate-pau” para manter o controle de uma manifestação é bem comum entre centrais sindicais pelegas (assim como entre seus representantes no ME), um fato parecido ocorreu em Fortaleza/CE durante um ato contra a PEC 55 no final do ano passado e a desculpa utilizada pelas direções foi a mesma: “eram infiltrados”.

Foi demonstrado mais uma vez a incapacidade do atual modelo de sindicato e seus métodos de barrarem os diversos ataques aos trabalhadores, sobrando a estes como última alternativa o rompimento com o sindicalismo de estado e a construção de um sindicalismo revolucionário capaz de, dando poder as base, resistir a essa agenda fiscal e período de austeridade.

AS GREVES PIPOCAM POR TODO O PAÍS…

Após a aprovação da PEC do fim do mundo (241/55) e em meio a atual crise econômica que não para de elevar o índice de desemprego no país, temos uma nova ameaça imediata: a reforma da previdência. Como resposta a mais esse ataque aos direitos da classe trabalhadora greves vem estourando ao redor do país nas mais diversas categorias: professores em vários estados, motoristas e cobradores de ônibus no Paraná também estão se mobilizando.

É necessário construir uma GREVE GERAL que seja o meio de enfrentar os ataques à classe trabalhadora! É preciso romper com a verborragia das centrais sindicais pelegas, que falam aos quatro ventos que vão construir uma greve geral, mas desmobilizam as greves que estão acontecendo e sabotam a organização de um processo de massificação e unidade entre diferentes categorias. Os estudantes do Povo precisam se fazer presentes neste momento! Só a luta nos trará vitórias!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s