[FOB] FOB saúda a Conferência Internacional de Barakaldo com objetivo de refundar a Associação Internacional de Trabalhadores de caráter Sindicalista Revolucionária

por Fórum de Oposições pela Base

Ocorreu entre os dias 26 e 27 de novembro no município de Barakaldo, Espanha, uma Conferência Internacional com o objetivo de refundação da Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT). O Fórum de Oposições pela Base (Brasil) enviou uma mensagem de saudação e manifesto (leia abaixo), abrindo diálogo para a reconstrução de uma Internacional de Trabalhadores de caráter sindicalista revolucionário.

A Conferência foi convocada pela CNT (Espanha), FAU (Alemanha) e USI (Itália), e além da presença destas contou com delegados da IWW (Estados Unidos e Canadá), IWW (Reino Unido e Irlanda), IWW (Alemanha), IP (Polônia), ESE e Rocinante (Grécia), CNT-GAP e CNT-Vignoles (França) e da FORA (Argentina), e mensagens de adesão da Sociedad Obrera de Paraguay, CNT-STCPP (França) e do FOB (Brasil).

A convocação da Conferência entendeu que “hoje em dia a AIT se desviou de seus princípios e práticas e, ao invés de concentrar-se na atividade sindical, se converteu em uma organização burocrática, dogmática e sectária”, sendo necessário reconstruí-la.

Alguns dos princípios propostos à refundação da AIT foram: que seus participantes sejam organizações anarcosindicalista ou sindicalistas revolucionárias não verticais; não ser financiada pelo Estado; não apoiar nenhum projeto eleitoral de partidos ou candidaturas individuais; e contar com um trabalho de massas, de modo que suas seções tenham pelo menos mais de 100 filiados.

O FOB desde o Encontro Nacional de Oposições Populares, Estudantis e Sindicais em 2013 entendeu a necessidade de se construir como uma Tendência Classista Internacionalista. Travamos hoje no Brasil a luta pela reconstrução do sindicalismo revolucionário, ou seja do protagonismo e combatividade dos trabalhadores, da greve geral como ação de resistência e construção do autogoverno dos trabalhadores, oportunidade dada pela Conferência de fazê-lo a nível internacional.

Ir ao combate sem temer! Ousar lutar, ousar vencer!

Leia mais sobre:


Manifesto FOB

Estimados companheiros e companheiras. Enviamos saudações desde o Brasil a Conferencia Internacional de organizações anarcosindicalistas e sindicalistas revolucionárias.  O Fórum de Oposições pela Base é uma organização sindicalista revolucionária, sem recorte teórico ideológico específico, constituída em 2010, para agrupar ativistas sindicalistas que realizavam oposição ás correntes socialdemocratas e ao sindicalismo de Estado no Brasil. Em 2013 realizamos o Encontro Nacional de Oposições Sindicais, Populares e Estudantis que definiu como  orientação estratégica a construção de uma Confederação Sindicalista Revolucionária no Brasil e construção de uma Internacional de Trabalhadores. Somos hoje algumas centenas de ativistas, especialmente sindicalistas que atuam na área de educação, estudantes, operários, e membros de organizações populares de bairro, com incipientes contatos na luta do campo. Recebemos com entusiasmo a notícia da realização de tal Conferencia.

Entendemos que a reconstrução da AIT, para ser bem sucedida, deve observar três passos fundamentais:

  • Uma profunda e rigorosa autocritica histórica, que aponte as causas da capitulação e burocratização do sindicalismo revolucionário. Essa autocritica e também uma ruptura com uma tendência anti-sindical contemporânea, que emperra que o sindicalismo revolucionário torne-se uma força de massas como outrora;
  • Que o método coletivista e mutualista de associação e luta sejam o fundamento da organização sindical antiestatista, ou seja, o sectarismo e o burocratismo se combatem ao retomarmos as bases da AIT histórica (fundada em 1864), que a luta economica e reivindicativa e acao direta são as bases da unidade da classe e a condição necessária, apesar de não suficiente, para sua constituição como sujeito revolucionário.
  • Que a AIT seja uma resposta de luta para confrontar a crise do capitalismo inicada em 2007-2008 e a guerra imperialista e neocolonial no centro e na periferia, por meio da difusão em escala mundial de confederações/associações sindicalistas revolucionarias unidas por uma rede de solidariedade militante.

As bases de acordo são enviadas em anexo a esta carta que manifesta nosso interesse em abrir uma discussão com outras organizações sindicais do mundo. Enviamos nossas teses para que possam contribuir também para o debate de autocritica e de estratégia de organização. Esperamos que a Conferencia possa dar um salto qualitativo para o sindicalismo revolucionário, permitindo seu crescimento em todo mundo, no centro e na periferia do capitalismo.

Site: http://www.lutafob.wordpress.com


(español) Manifiesto FOB

Estimados compañeros y compañeras. Les enviamos saludos desde Brasil a la Conferencia Internacional de organizaciones anarcosindicalistas y sindicalistas revolucionarias. El Foro de Oposición por la Base (FOB) es una organización sindicalista revolucionaria, sin corte teórico ideológica específica, fundada en 2010, para asociar los activistas sindicales que luchaban en contra las corrientes socialdemócratas y del sindicalismo Estado en Brasil. En 2013 se celebró el Encuentro Nacional de Oposición Sindical, Popular y Estudiantil (ENOPES) que se ha definido como la dirección estratégica construir una confederación sindicalista revolucionaria en Brasil y la construcción de una Internacional de los Trabajadores. Ahora estamos a unos cientos de activistas, especialmente sindicalistas que trabajan en la educación, estudiantes, obreros y miembros de organizaciones vecinales populares, con algunos contactos entre los pueblos del campo. Hemos recibido con entusiasmo la noticia de la celebración de esta Conferencia.

Creemos que la reconstrucción de la AIT, para tener éxito, debe observar tres pasos básicos:

  • Un profundo y riguroso autocrítica histórica, que señale las causas de la capitulación y la burocratización del sindicalismo revolucionario. Esta autocrítica y también una ruptura con la tendencia “antisindical” contemporánea, que obstruye que el sindicalismo revolucionario se convierta en una fuerza de masas como antes;
  • Que el método colectivista y mutualista de asociación y lucha sean el fundamento de la organización sindical anti-estatista, es decir, combatimos el sectarismo y el burocratismo luchando para volver a tomar la base de AIT histórica (fundada en 1864), donde la lucha económica y acción directa son las bases de unidad de clase y condición necesaria, aunque no suficiente, para su constitución como sujeto revolucionario.
  • Que la AIT sea una respuesta de lucha para hacer frente a la crisis del capitalismo comenzada en 2007-2008 y la guerra imperialista y neocolonial en el centro y la periferia, mediante la difusión en escala mundial de las confederaciones/ asociaciones sindicalistas revolucionarios unidas por una red de solidaridad militante.

La base de acuerdo se envía adjunto a esta carta que expresa nuestro interés en abrir una discusión con otras organizaciones sindicales del mundo. Enviamos nuestras tesis para que ellas también puedan contribuir a la discusión de la autocrítica y de la estrategia de la organización. Esperamos que la Conferencia pueda dar un salto cualitativo para el sindicalismo revolucionario que le permita crecer en todo el mundo, en el centro y en la periferia del capitalismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s